CÃES & GATOS

Como adotar

Mais importante do que qualquer coisa é que você realmente goste de animais, isso vai garantir que pense sempre no bem-estar do seu novo amigo. Mas antes de decidir pela adoção de um animal de estimação, você deve saber de algumas coisas e refletir sobre outras.

 

O que você deve saber:

1/É necessário entender que um animal é um ser vivo que necessita de cuidados e atenção. Um bom dono deverá dedicar um tempo para seu animal todos os dias, seja brincando, passeando ou apenas ficando junto.

2/O básico é oferecer um lugar em que ele tenha abrigo do frio e do calor, alimentação, água limpa, espaço para se exercitar, as vacinas anuais e qualquer atendimento veterinário que se faça necessário.

3/Cada animal terá necessidades diferentes, dependendo da sua espécie (cão/gato), do seu porte e da sua personalidade.

4/Um animal de estimação fará parte da família, podendo viver até mesmo 15 anos ou mais.

5/Os animais domésticos serão sempre dependentes dos seus donos para viverem bem.

6/Filhotes choram e latem, por isso esteja consciente de que o barulho poderá incomodar por um tempo. Filhotes crescem, não ficam sempre pequenos e fofinhos.

7/A adoção é um processo sério e um animal de estimação não é brinquedo. Ao adotar, você assina um termo de compromisso, garantindo o cuidado e o bem-estar do animal. Se, por algum motivo, você não puder mais ficar com ele, deverá encontrar uma nova família que cuide bem dele e deverá comunicar à Apata para que possamos fazer um novo termo de compromisso com o novo dono.

 

Sobre o que você deve refletir:

1/Por que você quer um animal de estimação? Dar um animal de presente para seu filho brincar não é uma boa atitude, pois passa a idéia de que o animal é um objeto – e, assim como outros brinquedos, quando passar a graça, ele pode ser descartado. Se a intenção é que seu filho cresça com um animal como companheiro, faça ele participar da adoção. Ainda assim, é preciso supervisão: crianças podem machucar os animais sem intenção e eles podem se defender, causando transtornos desnecessários.

2/Você está preparado para cuidar de um cão ou gato por toda a sua vida dele, dando ainda mais assistência quando ele for velhinho?

3/Toda a família está de acordo com a adoção? Saiba que muitos animais são abandonados porque integrantes da família não aceitam ou toleram o comportamento ou a presença dos bichos. Pense nisso antes de adotar.

4/Você ou sua família tem condições de custar os cuidados básicos – saúde, abrigo, alimentação, remédios, vacinas e qualquer tratamento veterinário que seja necessário?

5/Você tem um lugar para o seu animal de estimação viver feliz? A vida de um animal que vive amarrado sem poder correr, brincar e se exercitar é muito triste e, dependendo do caso, isso pode ser considerado maus tratos.

6/Se você mora em apartamento, está ciente das regras do condomínio sobre animais de estimação? Já providenciou a colocação de telas nas janelas e sacadas?

7/Quando você viajar ou sair de férias, tem alguém que pode cuidar bem do seu animal de estimação? Caso não, está preparado para pagar um hotelzinho para ele?

8/Cães de porte grande geralmente têm muita energia para gastar. Se você não passeia com ele ou se ele não tem espaço para correr e brincar, acaba descontando essa energia nos objetos da casa e do jardim, causando alguns estragos. Você tem como dedicar um tempo para passear com seu cão?

 

Se depois de refletir sobre essas questões você decidiu pela adoção, veja os próximos passos:

  • Visite a galeria Quem espera um lar e conheça quem está disponível para adoção. A Apata não possui abrigo e os animais estão em lares temporários, por isso é necessário que você tenha uma idéia de quem quer adotar para então marcarmos uma visita.
  • Entre em contato com a Apata por telefone, e-mail ou Facebook para saber mais informações sobre como visitar o animal que você quer adotar.
  • Qualquer pessoa que tenha mais de 18 anos pode adotar. Leve sua carteira de identidade e um comprovante de residência na visita.
  • No momento da adoção, fazemos uma pequena entrevista sobre as condições em que o animal ficará. Procuramos garantir que os cães doados não fiquem em correntes e que os gatos vão para apartamentos com proteção de telas.
  • O adotante preenche um termo de compromisso no qual garante que vai cuidar das necessidades físicas e emocionais do animal, bem como prestar atendimento veterinário necessário e concorda em ser fiscalizado a qualquer tempo, estando sujeito a punições legais e à perda do animal em casos de maus tratos.
  • No momento da adoção, também será entregue a cartilha do adotante, que traz informações para os cuidados básicos do cão ou do gato.

 

Depois de adotado, o animal de estimação faz parte da família e deverá receber cuidados e atenção. Além da cartilha do adotante, veja na página Cuidados básicos tudo que ele precisa para viver bem.

EVENTOS DA APATA

Confira aqui os eventos que a Apata realiza para promover a conscientização sobre a proteção animal e arrecadar recursos.

APATA NA MÍDIA

Imprima este panfleto e coloque na caixa de correspondência daquele vizinho que pode estar cometendo maus tratos com seu animal.

VAKINHA DA APATA

Esclareça suas dúvidas sobre a Apata, nossa forma de atuação e outras questões relacionadas ao trabalho voluntário de proteção dos animais.